< Go Back

Read in English, Portuguese

A  4 de junho, a  universidade nova de Lisboa recebeu  os investigadores Burak Pac, da universidade de Leuven, Patricia Pereira, socióloga urbana e membro da equipa portuguesa do A-place e Sónia de Sá, investigadora do Labcom e professora na universidade da beira interior , na Covilhã.

 

Esta conferência marcou o encerramento do ano letivo do doutoramento em ciências da comunicação,  vertente de comunicação estratégica  e  teve como propósito discutir o conceito do espaço Público na perspetiva das ciências sociais e das artes, convocando profissionais e investigadores para apresentarem o seu olhar sobre como ativar o espaço Público .

 

A sessão foi moderada por Ivone Ferreira e Irene Aparício, da equipa de Lisboa de Aplace e fez a apresentação da sessão Ana Margarida Barreto, coordenadora do grupo da investigação de comunicação estratégica e processos de tomada de decisão do ICNOVA.

 

Patricia Pereira apresentou a sua investigação sobre as mudanças ocorridas na década de 90 no século passado no parque das nações, arredores de Lisboa. o processo de gentrificação foi explicado, bem como as mudanças que ocorreram no local. quais são os espaços públicos ,quais são os espaços privados e como é que incluímos as pessoas através dos espaços?

 

Burac Pac apresentar a evolução das metodologias aplicadas ao placemaking e referiu a oportunidade de convocar diversos saberes para os projetos sobre o espaço que é de todos.

 

 Sónia Sá apresentou o projeto “elas ao som da fábrica” explicando como alunos de relações públicas põem em prática os conceitos  de espaço Público , inclusão e artes através de projetos de  som e imagem levados a cabo em lugares com história , numa cidade desertificada do interior de Portugal.

 

  Os estudantes colocaram questões e a saudaram a realização de um evento deste tipo que permite esbater fronteiras e convocar saberes variados para temáticas tão importantes como as da inclusão social através das práticas artísticas.

Other files: